História
DE UMA CIDADE DE FÉ

O município de Santo Antônio do Descoberto, localiza-se a 38 km da capital do Brasil, sua origem se deu nos tempos mais antigos, mais precisamente entre 1718 e 1722 ainda no consagrado período do ouro. Sob regime da escravatura, dois pobres garimpeiros encontraram junto ao pé de um angico, uma imagem de Santo Antônio de Pádua, que foi levada aos seus senhores. Os senhores tomados de alegria pelo achado, fizeram um grande festa.

Em registros do livro de tombo narra que a imagem do santo foi levada à igreja de Santa Luzia, onde por primeiro foi criado a Paróquia, e foi colocada no altar de Santa Luzia. Neste ato, aconteceu que a imagem desapareceu assim anunciada como roubada, mas o inesperado aconteceu, a imagem foi encontrada no mesmo local de sua aparição, no pé de angico. O fenômeno se repetiu, quantas vezes levada a igreja, quantas vezes retorna ao local do achado. Conta-se ainda que a última vez o vigário teria escondido a imagem dentro do cofre de Santa Luzia, pensando ser alguém fazendo o transporte, mesmo assim a imagem desapareceu sendo encontrada no mesmo local. Assim, foi consentida pela autoridade eclesiástica a construção de uma igreja no local do achado e nela se colocasse o santo para a veneração.

.

Em 1770, teve a ampliação da capela ganhando mais dois altares laterais e recebendo o título de Igreja, hoje conhecida como igrejinha histórica de Santo Antônio, onde ao seu redor se constituiu o arraiá, o distrito e por fim a cidade de Santo Antônio do Descoberto-GO, e o famoso santo foi elevado como patrono e protetor do município. Registro nos livros de tombo do estado de Goiás relata que a festa tenha sido iniciada no ano de 1770, passando-se assim continuamente a ser realizada dedicada a Santo Antônio, sendo um momento marcante na vida de muitas pessoas, são 13 dias de festa com: novenas, missas, barracas, parque de diversões, giro de folias, procissões, mastro do santo e fogueira, merecendo destaque o pãozinho de Santo Antônio que é distribuído em centenas todas as noites após as missas.

O número estimado de participantes vindos de todas as partes, inclusive de outros estados, durante os treze dias, chega aos 150 mil

.